Novas oportunidades...

Querido Diário. Hoje estou muito feliz depois do curso de oratória resolvi fazer um de locução de rádio. Tenho muitas dúvidas, quase estou terminando minha faculdade e nao sei se quero lecionar. Quando entrei na sala de aula me senti frustrado, quiz fazer tanta coisa que nao consegui. Mas voltando ao curso de oratória me senti valorizado, estou me sentindo único, as pessoas que convivem comigo dizem que meus olhos hj estão brilhando. Diante desse curso básico de oratória com um professor fantástico que levanta a autoestima as alturas, resolvi arriscar mais um pouco e vou fazero curso de Locução. Sempre tive o sonho de trabalhar com comunicação, quem sabe agora seja a hora, quem sabe agora estou encontrando o caminho. Trago em breve mais notícias...

Escrito por Garoto às 17:36
[ ] [ ]

A Arte de Falar

    Dia desses resolvi fazer um curso de oratória. Percebi como foi bom para eu, como abriu novos horizontes. Demonstrou que é muito fácil falar de uma maneira que todos entendam basta queremos.
    Um dos fatores que mais me chamou a atenção foi o simples fato de ouvirmos o que falamos. O nosso professor pegou uma câmera, destas digitais mesmo, e gravou como nos expressamos e depois repassou para que todos vissem e ouvissem no “data show” , a atividade foi fantástica, nunca havia percebido como era minha voz, o pior foi que em primeiro momento ela soou estranha, depois fui me acostumando.
    Também é memorável lembrar de como começamos a nos desinibir contando uma história na frente de todos. Eu contei a História do “Grande massacre dos gatos”, ou melhor, tive como embasamento neste livro de Darnton, em que relata sobre a malandragem de trabalhadores que procuravam dormir e não conseguiam porque os gatos miavam. Valeu muito a pena!

Escrito por Garoto às 10:36
[ ] [ ]

O Carnaval...

"Mais profunda parece aqui a solidão, e mais pavorosa, do que na imensidade dos mares." (José de Alencar. O Gaúcho. São Paulo: Rideel, 1997)

Solidão é uma das palavras mais tristes da língua portuguesa. Pois bem, e é assim que me senti em muitos momentos de minha vida. Durante o Carnaval geralmente eu nao o "pulava", apenas esperava ele passar. A única coisa que gostava de fazer nesta época foi assistir os desfiles pela televisão. Lembro-me de na inocência ou não de ficar a madrugada assistindo mulheres, carros e imagens coloridas durante quatro noites, na maioria das vezes acabava dormindo no sofá.

Não é que não seja "inteligente", mas dava a impressão que a sexualidade falava mais alto. Lembro-me também que além do Carnaval outra maneira de ficar acordado nas madrugadas era assistir uma famosa sessão de filmes que exibia filmes eróticos. Geralmente nas madrugadas de sabado para domingo eu gostava de ver-los...

Escrito por Garoto às 09:54
[ ] [ ]

O Tênis de Mesa...

"Fechada a porta da Casa Verde, entregou-se ao estudo e à cura de si mesmo"(Machado de Assis. O Alienista. Porto Alegre, Mercado Aberto: 2002.p. 115)

O Tênis de Mesa foi uma das minhas grandes paixões. De certa forma sempre procuramos algo que nos de autoestima, que aumente o nosso "ego". Lembro-me de um tempo em que jogava uma espécie de Tênis de mesa, ou como chamavamos aqui de ping-pong, uma festa aqui em casa. Reuniamos em uns quatro ou cinco amigos e faziamos "filinha"ao redor de uma mesa de "compenssado".

A mesa improvisava que dava o charme da nossa brncadeira. Eu não ganhava sempre, perdia na maioria das vezes mas o que valia para nos alegrar era a forma em que tudo ocorria: num clima de diversão e de conversa jogada fora. Hoje alguns anos após encontrei um dos meus amigos de jogo de "pingpong", de quicar a bola. O pior de tudo que meu ex- vizinho nem me conheceu, ele estava mais gordo, com uma cara de sério, provavelmente deveria estar com algum aborrecimento, exitei em dizer quem eu era. Depois de um tempo ele foi embora, foi apenas um pequeno encontro em um posto de combustivel.

O que vale é o que ficou na lembrança, não tenho a intimidade que tinha. Mas lembro-me com saudades das aventuras do nosso querido jogo que alegrou por muito tempo nossas tardes.

Escrito por Garoto às 13:45
[ ] [ ]

Dica de Blog

Com grande júbilo que agradeço ao meu amigo Michel do Blog "The Vibe Orange" pela publicação do Texto "O castelo" também publicado neste blog. O "The vibe Orange" mostra de tudo um pouco, textos curiosos, imagens, notícias. O que de bom ocoore na Terra da vibração Laranja, a melhor energia. Vale a pena conferir como dica de blog: http://www.vibeorange.blogspot.com/.

Escrito por Garoto às 13:11
[ ] [ ]

Quem é o Biel?

O Biel é uma fuga, uma forma de relatar os meus desejos mais íntimos, minhas verdades Históricas. Ao concebermos que na História não existe verdades prontas, os blogs  tem um papel fundamental em mostrar os vários olhares sobre um mesmo Fato. O blog em evidência tem como objetivo relatar as minhas aventuras não tal como ocorreram, mas como gostaria de lembrá-las.
O Gabriel e os vários personagens destas mini-crônicas são levemente inspirado no Kevin e no seriado “Anos incríveis” não mais exibido no Brasil, porém que marcaram profundamente a infância de tantas pessoas que ainda lembram do dilema de ser criança, pré- adolescente e adolescente.
Essa frase parece um tanto obvia: a narração do personagem adulto dava um ar mais natural ao seriado.  E o meu garoto também cresce como qualquer criança, com novas aventuras, desejos e amores. O garoto aventura em 2012 está mais pessoal...

Escrito por Garoto às 22:38
[ ] [ ]




Meu perfil

BRASIL, Sul, Homem, Portuguese, Livros

Visitante número: